domingo , 19 maio 2024 - 04:05
Blog Senta que lá vem a História

Burocracia

A história do dia é inspirada em um fato nada positivo de meu cotidiano, para se escrever. O tema que abordarei é a BUROCRACIA. Trabalho na área de educação em grande parte de meu tempo e como eu desejaria ver o sistema educacional com o mesmo nível de informatização que possui o sistema financeiro, como maior exemplo de eficiência em agilidade e manuseio de dados temos os nossos bancos. A insistência em “atolar” as pessoas no papel e nas atividades repetitivas e deverás burocráticas é horrenda. Tudo começa com o processo de contratação anual de servidores temporários na minha área de educação e as pilhas de cópias e de certidões que os mandatários no poder obrigam o mesmo a providenciar, e acredito eu, que há um certo sadismo, isto é, que até sentem prazer em maltratar o servidor com solicitação de documentação redundante e falta de cruzamento de informações em bancos de dados, onde a burocracia devorá um dos bens mais preciosos dos seres humanos: O tempo. A Palavra Burocracia vem do Inglês “bureaucracy”, e está, vem do francês, onde “bureau”, que significa “escritório” e da palavra grega “kratia”, que significa poder, ou seja, burocracia significa “poder do escritório”; resumindo, é a tirania dos escritórios (departamentos públicos ou não) em encher as pessoas com papeladas, formalidades, regras e rotinas excessivas antes que algo seja finalmente decidido ou se utiliza o TEMPO em atividades mais edificantes ou produtivas. O interessante é que a palavra burocracia em inglês se escreve comumente como RED TAPE, ou seja, “fita vermelha” a justificativa dessa expressão tornar-se popular é que no Século XVII as pessoas tinham por hábito passar uma fita vermelha (red tape) em pastas com documentação jurídica ou oficial (seja do governo ou de empresas privadas). Como as pastas iam aumentando (a famosa lentidão em resolver as coisas), as pessoas começaram a usar o termo “red tape” como um sinônimo para “bureaucracy“. Outra história curiosa sobre a origem da expressão RED TAPE remonta ao Século XVI, quando o rei inglês Henrique VIII enviou ao papa Clemente VII cerca oitenta petições solicitando a anulação do casamento dele com Catarina de Aragão; todas as petições foram enviadas ao papa com uma fita vermelha (red tape) servindo de lacre. Ou seja, indicavam que era um documento oficial. Aliás, estes documentos estão até hoje em poder do Vaticano e com suas fitas vermelhas originais. O engraçado é que mesmo tendo enviado 80 petições, Henrique VIII nunca recebeu a resposta. Ou seja, o papa se entupiu de papelada e não decidiu o caso de Henrique VIII de imediato. A papelada foi se acumulando. O tempo passou. Henrique VIII cansado de esperar se desligou da igreja católica e criou a IGREJA ANGLICANA. Além disso, se divorciou de Catarina de Aragão e casou-se com a ANA BOLENA, que era quem ele realmente queria.

Sobre o autor

Sobre o portal

Desde 2008 mantenho este portal, que iniciou sendo um disseminador de informações e artigos voltados a área da mecânica e com o passar do tempo alterou seu formato diversas vezes, tornando-se uma plataforma educacional flexível  com ênfases em História (Que é a minha paixão) e trabalhos desenvolvidos na ampliação da cultura Maker no Brasil.

Related Articles

Quem é tolo?

Conta-se que numa pequena cidade do interior um grupo de pessoas se...

Carlota Joaquina

A história do dia é sobre a Rainha CARLOTA JOAQUINA, esposa de D....

A origem francesa do futebol

A história do dia estou escrevendo ouvindo a rádio Gaúcha de Porto Alegre...

A batalha das toninhas

A História do dia que vou relatar é uma das mais vergonhosas façanhas...