domingo , 14 abril 2024 - 18:04
Home Blog Senta que lá vem a História Os indômitos Índios Guaícurus
Blog Senta que lá vem a História

Os indômitos Índios Guaícurus

A história de hoje vai tratar sobre a resistência dos índios frente aos conquistadores portugueses, mais especificamente sobre os índios GUAÍCURUS. Os índios guaicurus habitavam a região do atual Mato Grosso do Sul e não estavam dispostos a perder seus territórios para os vorazes portugueses. Os portugueses para demarcar território e numa célebre demonstração de força chegaram a construir um forte, às margens do Rio Paraguai, chamado de FORTE COIMBRA. Os índios estavam levando a pior nos combates, pois as tropas portuguesas eram bem mais municiadas pois tinham armas de fogo e espadas de ferro, enquanto os selvícolas apenas utilizavam suas armas artesanais como lanças e arcos para flechas de madeira. Mas sempre tem o dia da caça que sobrepuja o caçador e em certa ocasião, os índios atraíram os portugueses para fora dos muros do forte exibindo artigos para comerciar e oferecer mulheres aos soldados. A sedutora estratégia de guerra funcionou, e os portugueses “apaixonados” saíram pra fora do forte: os guaicurus, atacaram os soldados portugueses e mataram todos os 54 homens que abandonaram suas posições no forte e desta forma provaram que nem sempre a pólvora era a melhor arma nesta luta.

Sobre o autor

Sobre o portal

Desde 2008 mantenho este portal, que iniciou sendo um disseminador de informações e artigos voltados a área da mecânica e com o passar do tempo alterou seu formato diversas vezes, tornando-se uma plataforma educacional flexível  com ênfases em História (Que é a minha paixão) e trabalhos desenvolvidos na ampliação da cultura Maker no Brasil.

Related Articles

Quem é tolo?

Conta-se que numa pequena cidade do interior um grupo de pessoas se...

Carlota Joaquina

A história do dia é sobre a Rainha CARLOTA JOAQUINA, esposa de D....

A origem francesa do futebol

A história do dia estou escrevendo ouvindo a rádio Gaúcha de Porto Alegre...

A batalha das toninhas

A História do dia que vou relatar é uma das mais vergonhosas façanhas...