domingo , 19 maio 2024 - 04:05
Home Mecânica Engenheiros criam metal não cortável – uma inovação única na história humana
Mecânica

Engenheiros criam metal não cortável – uma inovação única na história humana

Por Ademilson Ramos

Será que o diamante é realmente o material mais resistente do mundo? Pesquisadores europeus afirmam ter criado algo que pode superá-lo. Trata-se do primeiro material sintético não cortável da história, que além disso, destrói ativamente qualquer objeto cortante que entre em contato com ele.

Esse novo material foi desenvolvido através de uma pesquisa internacional conduzida por engenheiros da Universidade de Durham, na Inglaterra, em colaboração com o Instituto Fraunhofer, na Alemanha. O trabalho foi liderado pelo Dr. Stefan Szyniszewski, da academia alemã, e publicado na revista Scientific Reports.

Enquanto muitos acreditam que diamantes e safiras são os materiais mais resistentes do mundo, pesquisadores estão provando o contrário com o Proteus – o novo material mais resistente já criado. Ao contrário de suas inspirações naturais, o Proteus é baseado nas células da casca da toranja e nas conchas do molusco abalone. Além de ser não cortável, é forte e leve ao mesmo tempo.

De acordo com informações divulgadas pelos pesquisadores, o Proteus é composto por esferas de cerâmica de alumina envolvidas em alumínio celular e uma estrutura de espuma metálica. O material funciona revertendo a força de uma ferramenta de corte sobre si mesma, ou seja, o Proteus devolve a ação contra o objeto cortante. Com sua incrível resistência, o Proteus promete revolucionar a indústria e a tecnologia.

Um vídeo divulgado pelos pesquisadores mostra os efeitos impressionantes do material sintético em uma serra circular. Assista:

No vídeo, é possível observar a serra circular cortando a superfície, mas incapaz de penetrar no material sintético. Em vez disso, a serra começa a se desgastar até desaparecer. Além de ser testado contra serras circulares, o novo material mais resistente do mundo também foi submetido a testes com jatos de água e brocas.

Proteus: A tecnologia por trás do material mais resistente do mundo

Como o Proteus consegue sobreviver e afetar a ferramenta cortante? A resposta está no fato de que, na verdade, ele não é impossível de ser cortado, mas devolve o efeito ao objeto cortante. Assim, a ferramenta é destruída antes de conseguir perfurar o material.

De acordo com declaração da Universidade de Durham, o professor Dr. Stefan Szyniszewski explicou que, no caso de brocas e serras, uma conexão vibracional entrelaçada criada pelas esferas de cerâmica dentro do invólucro cega o corte. Já nos jatos de água, o design curvo das cascas de cerâmica envolvidas na espuma metálica amplia o jato de água, reduzindo substancialmente sua velocidade e poder de corte.

O Proteus é um material revolucionário que tem o potencial de transformar a indústria e a tecnologia. Seu funcionamento inteligente é um exemplo fascinante de como a natureza pode inspirar a criação de novos materiais e tecnologias avançadas.

Sobre o autor

Leave a comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre o portal

Desde 2008 mantenho este portal, que iniciou sendo um disseminador de informações e artigos voltados a área da mecânica e com o passar do tempo alterou seu formato diversas vezes, tornando-se uma plataforma educacional flexível  com ênfases em História (Que é a minha paixão) e trabalhos desenvolvidos na ampliação da cultura Maker no Brasil.

Related Articles

Petrobras dá início à operação do supercomputador Tatu

Máquina é a primeira da empresa projetada especialmente para resolver desafios por...

Robôs capazes de mudar de forma, escapar de gaiolas e movimentar objetos em órgãos artificiais

Com esta nova tecnologia, os pesquisadores criaram um robô altamente adaptável e...